Lançamento Em:

Templo da Igreja Mundial é fechado por conta do barulho

A prefeitura da cidade de Ponta Grossa, no Paraná, decidiu fechar uma igreja evangélica por conta do barulho dos cultos que estariam atrapalhando as aulas de um cursinho particular que fica no prédio vizinho.
A decisão partiu de um mandato de segurança movido pelos diretores da escola contra a prefeitura alegando perturbação de sossego. Os donos do cursinho afirmam que a prefeitura é responsável pelo alvará de funcionamento que foi expedido sem a verificação do som.
A reclamação é que o som vindo da igreja é muito alto e que acaba atrapalhando as aulas, já que algumas salas fazem divisa com a área do palco da igreja.
Igreja Mundial do Poder de Deus no Centro da cidade está há poucos dias no local, a sede ficava em outro endereço e o imóvel antigo voltou a ser usado para os cultos até que a prefeitura revogue a decisão.
O pastor responsável pela obra é Jorge Santos que deu entrevista para o Paraná TV dizendo que nem a Prefeitura de Ponta Grossa, nem o Corpo de Bombeiros foram até o local vistoriar as novas instalações. “Ninguém veio notificar antes, olhar as instalações, conferir se estava tudo certo ou não. Mais de 60 dias preparando as instalações do imóvel para poder receber as instalações da igreja e ninguém nos procurou”.
Para poder voltar a usar a nova sede da IMPD em Ponta Grossa a igreja terá que apresentar um laudo de isolamento acústico que comprovaria que o som das reuniões não voltará a incomodar a vizinhança.

Precisamos nos posicionar contra a corrupção, diz Hernandes Dias Lopes

O reverendo Hernandes Dias Lopes escreveu um pequeno texto para falar sobre a indignação da população brasileira com a corrupção no Brasil, dizendo que a população precisa se posicionar para cobrar a honestidade dos governantes.
Tendo a consciência de que a classe política não tem muito crédito com os brasileiros, Dias Lopes ensina que devemos respeitar as autoridades, sem aceitar a corrupção. “Quando a autoridade reprime o bem e promove o mal, então, precisamos alertá-la a voltar ao seu posto de honra”.
O líder presbiteriano diz que a “corrupção é uma das coisas mais triste na história”, pois o povo trabalha para pagar os impostos e os governantes usam esses valores para outros propósitos, despejando no ralo aquilo que poderia trazer benefícios para a população.
“Precisamos nos posicionar com firmeza contra essa cultura ímpia da corrupção. Se os governantes exigem dos governados honestidade no pagamento dos tributos, os governados precisam exigir dos governantes honestidade na administração responsável desses recursos.”

Receba as notificações da 107 em sua linha do tempo no facebook.

Quer ver as notificações da 107 na suas notificações? Para não perder nadinha do que está rolando por aqui? É Facil !!

Entre em nossa página e siga os passos na imagem.

Fique por dentro da 107, a rádio da adoração.

Graça Filmes contará história de Thalles Roberto no cinema

O cantor Thalles Roberto firmou um acordo com a Graça Filmes para transformar a sua história de vida em um filme. O contrato para a produção do longa foi assinado na noite desta quinta-feira (6) e anunciado por ambas as partes pelas redes sociais.
O roteiro será baseado na biografia “Olha o que Ele fez comigo”, narrando toda a trajetória do cantor que sendo filho de pastor, deixou a igreja e passou a viver no mundo até que foi tocado a voltar para a “Casa do Pai”.
O diretor executivo da Graça Filmes, Ygor Siqueira, contou que o projeto será grandioso e mostrará como o músico foi transformado por Deus. “Este será um projeto muito bonito e grandioso. A história do Thalles é digna de um roteiro de cinema e faremos com o maior carinho. Mostraremos como a vida desse grande artista acabou impactada por Deus, que o transformou em uma ferramenta de evangelização por meio de seu dom que é a música”.
Thalles foi surpreendido com o convite da produtora em levar sua história aos cinemas, mas ele está certo de que os espectadores serão impactados com a sua história.
“A minha fé é que as pessoas, não só os evangélicos, vão assistir ao filme e vão ver a minha história que é um pouco da vida de cada um”, disse ele. “Esse filme vai ter ação, drama, romance. Um pouco de tudo. Vamos ter que criar uma nova definição. Vai ser um verdadeiro filme de pressão, acho que essa é a melhor definição”, completou Thalles.
Ainda em fase de planejamento, as filmagens só iniciarão no primeiro trimestre de 2014 e deve ficar pronto dentro de um ano e meio, contados após a fase de pré-produção.

107Gospel.

Ninguém vai me calar, diz Silas Malafaia

Um dos momentos mais esperados da manifestação que aconteceu em Brasília na quarta-feira (5) era a fala do pastor Silas Malafaia, organizador do evento, que falou sobre os objetivos dessa mobilização social que atraiu cerca de 70 mil pessoas.
O líder religioso começou seu discurso defendendo a liberdade de expressão e criticando projetos como o PL 122/2006 que quer criminalizar a opinião contrária ao homossexualismo, tratando como homofobia.
Citando a Constituição, Malafaia lembra que no Brasil a liberdade de expressão é garantida e que ele tem o direito de criticar o que ele quiser. “Eu critico o que eu quero e ninguém vai me calar!”.
“Para calar a nossa voz terão que rasgar a Constituição do Brasil”, disse ele em outro momento, falando sobre a interferência que o governo pretende fazer na igreja.
Outro tema comentado pelo pastor foi a liberdade de imprensa. “Imprensa livre, sempre livre”, disse. Silas Malafaia diz que a imprensa brasileira não pode aceitar os projetos do governo do PT em controlar o que será noticiado pelos meios de comunicação.
Thalles Roberto, Silas Malafaia, Ana Paula Valadão, André Valadão, Jabes Alencar.


O tema homossexualismo também foi citado pelo pastor que criticou o ativismo gay e os chamou de “fundamentalistas do lixo moral”. Silas Malafaia aproveitou para criticar o Supremo Tribunal Federal e o Conselho Nacional de Justiça que assinaram termos para autorizar o casamento gay.

107 Gospel.

Manifestação Pacífica em Brasília

Será realizada nesta quarta-feira, às 15h, em frente ao Congresso Nacional, a manifestação pacífica em favor da liberdade de expressão, da liberdade religiosa, da família tradicional e da vida, organizada pelo pastor Silas Malafaia. A expectativa é de que este seja um dos maiores eventos já realizado na capital federal. São esperadas cerca de 100 mil pessoas, público formado por evangélicos, católicos, espíritas, ateus e seguidores de outras religiões. Caravanas de diversas partes do Brasil como Mato Grosso, Goiás, Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Belém já confirmaram presença. O evento reunirá ainda um grande número de lideranças evangélicas de todo o país.

Para a manifestação foi montado um palco de 680m² e 13 metros de altura, estrutura com capacidade para receber até mil pessoas (imagem com a projeção do palco). O evento contará com a participação de cantores renomados da música gospel entre eles Aline Barros, Ana Paula Valadão, André Valadão, Eyshila, Cassiane, Nani Azevedo, Thalles Roberto, Bruna Karla e David Quinlan.

O ato público contará com reforço de segurança e algumas alterações no trânsito. As Vias S1 e N1, na altura da Esplanada dos Ministérios, terão um trecho da pista dos ciclistas interditado. A rua de acesso atrás do palco, que liga essas duas vias, em frente ao Bloco G, do Ministério da Saúde, e ao Bloco U, do Ministério de Minas e Energia, será fechada.

Os organizadores orientam os motoristas de ônibus das caravanas a desembarcarem os passageiros próximos ao local do evento, e depois seguirem para o Teatro Nacional onde haverá estacionamento para os coletivos. A organização também sugere aos participantes que optem pelo transporte público.

Essa não é a primeira vez que o pastor Silas Malafaia organiza uma manifestação pacífica em Brasília. A última aconteceu em 1º de junho de 2011. Segundo a Polícia Militar, havia mais de 50 mil pessoas de todas as partes do Brasil em frente ao Congresso Nacional.

Assista à manifestação ao vivo no portal Verdade Gospel, a partir das 15h.

Da Redação Márcio Nolascos

“O Homem de Aço”: novo filme do Superman traz referências bíblicas e alusões a Moisés e Jesus Cristo

Filmes de ficção com histórias de personagens apresentados como super-heróis são muito comuns na indústria cinematográfica de Hollywood, e com filmes recentes como “Os Vingadores”, “Homem de Ferro”, a trilogia “Batman”, entre outros, esses “heróis” voltaram à atrair grandes investimentos dos estúdios.
O personagem mais icônico desse segmento, Superman, ganhou um novo filme que estreará no Brasil em julho, chamado “O Homem de Aço”. Esse longa-metragem foi dirigido por Zack Snyder (conhecido por filmes como “300”, “Watchmen” e “Sucker Punch”, entre outros), e traz em seu roteiro diversas referências bíblicas, com alusões a Moisés e Jesus Cristo.
Superman é um símbolo do entretenimento na cultura norte-americana, criado pelos cartunistas Joe Shuster e Jerry Siegel, este segundo de origem judaica. O personagem, portanto, recebeu em suas primeiras histórias algumas referências messiânicas explícitas.
O diretor do novo filme afirma que essas referências haviam sido deixadas de lado ao longo dos anos, com as inúmeras variações de histórias contadas do personagem através dos quadrinhos ou do cinema. “A relação entre Jesus Cristo e Superman não foi inventada por nós. Existe desde a criação do personagem. Mas é uma dessas coisas que desapareceram nas últimas décadas… Eu achei que deveríamos voltar a falar dessa mitologia e da importância desse personagem e sua relevância para o momento”, explicou Zack Snyder durante a coletiva de lançamento do filme.o_homem-de-aco
De acordo com o site Omelete, o diretor afirmou que as origens do personagem possuem claras alusões ao Velho e Novo Testamento: “A mitologia da história estabelece um paralelo interessante com a história de Cristo, dando uma camada de interesse extra ao filme. Filosofia, religião, respeito aos quadrinhos, tudo isso nos interessou”.
Essa abordagem com referências bíblicas sendo usadas como parte importante do roteiro não era feita desde o primeiro filme do personagem, lançado em 1978. A iniciativa segue uma tendência recente de Hollywood, que tem investido maciçamente na produção de filmes com temáticas bíblicas.
David Goyer, roterista do filme, diz que o principal líder judeu durante o Êxodo também serviu de referência: “Moisés é outra influência. Superman tem raízes no Novo e também no Velho Testamento. Ele é um personagem messiânico e ao mesmo tempo meio Beowulf, meio Gilgamesh, entre outros heróis clássicos que representam a conciliação entre os deuses e nós”, disse, citando outros personagens de histórias em quadrinhos.
A sinopse do filme diz que a história que será contada em “O Homem de Aço” fala sobre a descoberta de Clark Kent sobre suas origens, “poderes” e responsabilidades, e sua busca por seu lugar no mundo. “Nosso objetivo foi pegar um quadrinho e levá-lo às telas da melhor maneira possível, sem preocupações com realismo e fatos do mundo real. É uma obra de ficção, mas com preocupações verdadeiras sobre o que ela representa. Superman é uma metáfora sobre encontrar seu lugar no mundo, para essa jornada. Todo mundo é incompreendido quando jovem, quando criança. Esse um sentimento universal”, resumiu Zack Snyder.
Assista ao trailer de “O Homem de Aço”:

About Me

Tecnologia do Blogger.

Blog Archive